• (71) 3017-7557
  • sinbafba@hotmail.com

Sinbaf

Sindicato Baiano dos Árbitros de Futebol

Dia Internacional da Mulher

Neste dia tão importante para as mulheres, o Sinbaf não poderia deixar de prestar sua homenagem a todas árbitras, mães e mulheres de árbitros, torcedoras, toda mulher baiana e brasileira. Neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a diretoria do Sinbaf relembra texto do Professor Garrido, já publicado no site há dois anos, para expressar seus sentimentos e agradecimentos às mulheres.
 
Confira o texto abaixo:
 
Fui criado numa família de mulheres. Avós, mãe, três irmãs mais velhas, além de umas tias espanholas que moravam ao lado. Talvez isto explique a admiração que tenho por este gênero privilegiado.
 
Sempre achei as mulheres mais inteligentes que os homens, até quando fingem que não são, por absoluto ato de inteligência ou quando estão no comando, quase sempre, parecendo não estar. O excelente filme "Casamento Grego" tem uma bem humorada passagem sobre isto, quando mãe e filha levam quase sempre, o "chefe" da família decidir o que elas querem.
 
São mais sensíveis! Quando queremos elogiar um homem, dizemos que ele tem alma feminina. Uma amiga me disse que estes são os melhores para namorar! Também as empresas começam a valorizar esta qualidade na seleção de seus colaboradores, para desespero dos machões, com ibope em baixa nos tempos atuais. Lidam melhor com as pessoas e tem mais inteligência emocional.
 
No mundo corporativo, avançam a passos largos para conseguirem a maior parte dos empregos e oportunidades de trabalho. São campeãs de aprovação em concursos e estão em maioria nos cursos de graduação e pós-graduação, notadamente em áreas como Direito e Administração. Também estão em vantagem absoluta, nos cursos e vivências holísticas, o que favorece o seu crescimento pessoal e ampliam sua sensibilidade. Bela atitude, já que o conhecimento interior é a maior viagem que podemos fazer!
Na música, exercem o papel de fonte de inspiração de compositores de diversos estilos, que cantam seus encantos. Já foram de Atenas "Mirem-se nas mulheres de Atenas, orgulho e raça de Atenas", Amélias "Passava fome e achava graça não ter o que comer", companheiras "Com esta mulher eu vou até pra guerra", sem falar no romântico Roberto Carlos, que não deixou de fora as gordinhas nem as baixinhas. Destaque também para as brasileiras, "Mulher brasileira em primeiro lugar" e para as baianas "Toda menina baiana tem um jeito que Deus dá".
 
Honestas, no trabalho elas estão se revelando excelentes líderes, exercendo o comando com estilo e bom senso, o que não é novidade. Afinal, desenvolveram know how gerenciando crianças, querem melhor laboratório?
 
Sob as bênçãos de Nossa Senhora e de Iansã, transitam com desenvoltura na diversidade, entre o sagrado e o profano, o sublime e a sensualidade, a razão e a emoção, exercendo seus diversos ofícios, aluna e professora, menina e mulher, santa e guerreira.
 
Viemos delas e por elas vendemos as nossas almas e entregamos os nossos corações. 
 
Mestras, com elas devemos aprender a nos completar e a viver por inteiro, entendendo nossa dualidade. Como diz Gil, na sua belíssima canção Super Homem " Que nada, minha porção mulher que até então se resguardara
É a porção melhor que trago em mim agora" 
 
Professor Garrido

Galeria de Vídeos

+   Ver todas

Wagner Rosa fala sobre aula prática do Curso de Árbitro Amador

10 de Outubro de 2017     11:10