• (71) 3017-7557
  • sinbafba@hotmail.com

Sinbaf

Sindicato Baiano dos Árbitros de Futebol

ANAF se posiciona sobre escalas de arbitragem na semifinal da Copa do Nordeste

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), tem investido nos últimos anos cada vez mais no aprimoramento da arbitragem brasileira em todas as suas nuances. Efeito disso é o equilíbrio apresentado pela categoria nas competições de expressão nacional, fator que justifica os investimentos realizados pela entidade no setor.
 
A Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF), não só apoia as ações que objetivam fazer com que o segmento evolua em todo país, como também atua, em parceria com a CBF, para que o futebol brasileiro possa cada vez mais ser celeiro de grandes árbitros para o esporte. Mas para que isso ocorra, faz-se necessário cumprir os protocolos, ACORDOS e, sobretudo, respeitar algumas decisões que foram tomadas.
 
Semelhante ao que ocorreu na partida entre Paysandu PA x Atlético ES, no dia 16 de maio do presente ano, válida pela final da Copa Verde, os dois jogos semifinais da Copa do Nordeste também terão “ARBITRAGEM DE FORA”. Havia um protocolo de intenções assinado pela CBF, além de um acordo feito em 2013 pela LIGA do Nordeste, federações que compõem essa importante região esportiva do país e a própria CBF, determinando que nesta competição, particularmente, a arbitragem que a comandaria seria do Nordeste, e não, de outros estados. Porém com a escala dos profissionais de arbitragem que atuaram/atuarão nas semifinais da CN publicada no site da entidade, ao que tudo indica este acordo tornou-se sem efeito.
 
A investigação criminal realizada na Paraíba, possui, INTEGRALMENTE, total apoio da ANAF. Porém não se pode criminalizar todo o quadro de árbitros do Nordeste, em razão de uma “meia dúzia” de maus profissionais que deverão ser expurgados do futebol. Por esse motivo, publicamente esta diretoria se posiciona CONTRÁRIA a decisão da Comissão de Arbitragem da CBF de ignorar o documento e desrespeitar todo o quadro sem qualquer motivo aparentemente justo.
 
A alegação de que os “CLUBES” teriam solicitado arbitragem de foram para as decisões da Copa do Nordeste não se sustenta, afinal de contas quem determina quem comanda a arbitragem em competições realizadas pela CBF é a Comissão Nacional de Árbitros e não, os clubes, que democraticamente devem aceitar e acatar a decisão que fora anteriormente tomada em relação a essa matéria.
 
A ANAF não só discorda desta decisão, como tomará todas as medidas cabíveis para que o bom senso prevaleça e decisões unilaterais como essa não ocorram mais.
 
Atenciosamente,
 
Marco Antônio Martins – Presidente
 
Salmo Valentim – Diretor Financeiro
 
Almir Alves de Melo – Secretário Geral
 
Roberto Braatz – Vice-presidente (SUL)
 
Jamir Garcez – Vice-presidente (Centro-Oeste)
 
Artur Alves Junior – Vice-presidente (Sudeste)
 
Arilson Bispo da Anunciação – Vice-presidente (Nordeste)
 
Fernandos Castro – Vice-presidente (Norte)
 
Juscelino Souza (Pres. do Sindicato dos Árbitros do Maranhão)
 
João Thiago (Pres. do Sindicato dos Árbitros do Piauí)
 
João Lucas (Pres. do Sindicato dos Árbitros do Ceará)
 
João Queiroz (Pres. do Sindicato dos Árbitros do Rio Grande do Norte)
 
Glaydson Leite (Pres. do Sindicato dos Árbitros de Pernambuco)
 
Pedro Jorge (Pres. do Sindicato dos Árbitros de Alagoas)
 
Ivaney Lima (Pres. do Sindicato dos Árbitros de Sergipe)
 
Arilson Bispo (Pres. do Sindicato dos Árbitros da Bahia)

Galeria de Vídeos

+   Ver todas

Wagner Rosa fala sobre aula prática do Curso de Árbitro Amador

10 de Outubro de 2017     11:10